@clivercampos


O "Brógui" novo está no AR!

O endereço é www.clivercampos.blogspot.com

Os Arquivos continuaram no ar aqui neste blog.



Escrito por Cliver Campos às 19:57
[   ] [ ]




Dia do samba é comemorado com muita festa no Amapá

Associado mundialmente ao Brasil, o samba é comemorado amanhã em todo o Brasil e no Amapá será em grande estilo, com homenagens, shows e muita roda de samba. O Movimento Cultural Perfil do Samba começa o dia com uma sessão solene na Assembléia Legislativa, a partir das 09:00 quando serão homenageados sambistas renomados no Amapá, como os fundadores das mais antigas escolas de samba, Raimundo Ramos, de Boêmios, Benedito Lino, o seu Biluca, da Maracatu e Cristiano Barreto, do Piratão. Além destes, o radialista J. Ney,integrantes dos grupos Café com Leite, Bandeira do Samba e Sambarte e  ainda representantes da Abloca e Liba receberão homenagens.

A partir das 14:00 no Bar Brisa da Amazônia, na orla do Perpétuo Socorro, integrantes do Perfil do Samba e convidados realizam uma feijoada com roda de samba. No sábado, 5, na quadra da agremiação Jardim Felicidade, a partir das 15:00, os sambistas Paulo Kabeça, de Manaus, e Ademir do Cavaco e Ademar Carneiro, do Pará, junto com os amapaenses Macunaíma, Nonato Soledade, Robson do Cavaco e outros, farão um grande show para marcar a data.

Para participar da festa, a camisa está sendo vendida a R$ 20,00, com direito a feijoada e churrasco. A cerveja será vendida em pacote de três latas a R$ 5,00.

Mais informações: 9123-0144/8121-7505/9973-9081.



Escrito por Cliver Campos às 17:46
[   ] [ ]




Dia Mundial de Combate a AIDS

Apesar do alto número de casos de Aids, algumas dúvidas são frequentes

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) afirma que há mais de 6.800 novas contaminações pelo vírus da aids no mundo todos os dias e mais de 5.700 mortes diárias em virtude da doença. De 1980 a junho de 2009, foram registrados 544.846 casos no Brasil, de acordo com o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde. Durante esse período, mais de 200 mil mortes aconteceram em decorrência da patologia.

O Boletim Epidemiológico Aids/DST 2009 indica que, neste ano, 8157 homens e 5501 mulheres receberam o diagnóstico no País, sendo que a maioria tem entre 40 e 49 anos. Os dados foram computados até 30 de junho. Mas na comparação entre 2008 (20744 em homens, e 13733, em mulheres) e 2007 (20496 em homens e 13411, em mulheres), a ocorrência tem se mantido estável.

A razão de sexo (número de casos em homens dividido por número de casos em mulheres) diminuiu consideravelmente do início da epidemia para os dias atuais. Em 1986, era de 15 casos em homens para cada um em mulheres. A partir de 2003, estabilizou-se: para cada 15 diagnósticos em homens, há 10 em mulheres. O que chama a atenção é que, entre 13 e 19 anos, o número é maior entre as meninas: 10 contra 8 em meninos.

Apesar dos dados bastante significativos, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre a patologia. No dia Mundial de Combate à Aids, descubra o que é mito ou verdade, de acordo com o infectologista Munir Akar Ayub, professor da Faculdade de Medicina do ABC:

1 - Aids e HIV são a mesma coisa
Mito
- O HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) é o vírus causador da Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). No entanto, há muitas pessoas soropositivas (com o vírus) que vivem durante anos sem desenvolver a síndrome e apresentar seus sintomas, como febre prolongada, emagrecimento, falta de apetite, cabelo ralo.

São notificados entre 33 mil e 35 mil novos casos de Aids no país por ano. Em relação ao HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana), a estimativa é de que existam 630 mil pessoas infectadas.

2 - HIV pode passar pelo beijo na boca
Verdade
- Apesar de ser uma afirmação verdadeira, segundo o médico, a possibilidade de alguém ser infectado pelo vírus durante o beijo é mínima e existe apenas se tiver com um ferimento grande na boca, como logo após uma cirurgia de extração de dente. Situação incômoda que, venhamos e convenhamos, não dá condições e nem ânimo para trocar esse tipo de carinho, não?

3 - Toda criança que nasce de mãe com HIV tem o vírus
Mito
- Bebês que nascem de mães soropositivas têm 17% de chances de serem contaminadas caso a mulher não tome as medidas de prevenção necessárias, segundo o infectologista. Quando as segue à risca, a possibilidade cai para 0,5%.

Durante o pré-natal, toda gestante tem o direito e deve realizar o teste de HIV. Quando o problema é identificado, entre as recomendações estão o uso de drogas antirretrovirais, o parto cesariano e a suspensão do aleitamento materno, substituindo-o por leite artificial (fórmula infantil) e outros alimentos, conforme a idade da criança. "No parto normal, o filho tem contato com a secreção da vagina, o que aumenta o risco de transmissão."

4 - Ninguém morre de Aids
Verdade
- A doença pode deixar a pessoa muito debilitada, o que abre espaço para outras patologias. Estas sim têm a chance de levar o infectado à morte. Portanto, a pessoa não morre de Aids, mas em decorrência dela.

5 - O uso de preservativo impede a transmissão do vírus
Verdade
- Se o preservativo não estourar, estiver dentro do prazo de validade, for armazenado do modo adequado e usado de maneira correta, impede a transmissão. Pesquisas indicam que o rompimento do produto deve-se muito mais ao uso incorreto do que à falha estrutural.

Abra a embalagem da camisinha com cuidado, nunca com os dentes ou objetos cortantes que possam danificá-la. Coloque-a no pênis somente quando estiver ereto. Aperte sua ponta com o intuito de retirar o ar e, só então, a desenrole até a base do órgão sexual. Após a ejaculação, retire-a com o pênis ainda ereto, fechando com a mão a abertura para evitar que o esperma vaze. Nunca a utilize mais de uma vez.

Certifique-se de que contenha a identificação completa do fabricante ou do importador. Observe as informações sobre o número do lote e a data de validade e verifique se a embalagem traz o símbolo de certificação do Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro). Não utilize preservativos que estejam há muito tempo guardados em locais abafados, como bolsos de calça, carteiras ou porta-luva de carro, pois ficam mais sujeitos ao rompimento.

6 - Fazer tratamento com os coquetéis impede totalmente a manifestação da doença
Mito
- O tratamento impede em boa parte dos casos. Mas, às vezes, os medicamentos podem não ter o efeito esperado em determinados pacientes, ou o portador começa a tomá-los muito tarde e torna mais difícil o processo.

7 - A probabilidade de uma mulher contrair HIV é maior que a de um homem.
Verdade
- A mulher é mais vulnerável por ficar mais tempo em contato com a secreção sexual. O esperma ainda pode ser encontrado no colo de seu útero de 24 a 48 horas após a relação.

8 - Há pessoas imunes à Aids
Talvez
- Algumas prostitutas na África não adquirem o problema mesmo sem o uso de preservativos. Elas estão sendo estudadas, mas ainda não se chegou a uma conclusão quanto à possível imunidade.

9 - O vírus é transmitido apenas em relações sexuais
Mito
- O HIV também pode passar com o compartilhamento de seringas e agulhas; transfusão de sangue contaminado; reutilização de objetos perfuro-cortantes com presença de sangue ou fluidos com o vírus; durante o parto normal.

10 - O coquetel oferecido após caso de abuso sexual elimina as chances de contrair HIV
Mito
- O coquetel não impede por completo, mas diminui muito o risco: cerca de 90%.

11 - Equipamentos de salão de beleza não esterilizados passam HIV
Verdade
- Objetos perfuro-cortantes com presença de sangue podem transmitir o vírus, sim. Basta que sejam lavados com água e sabão para eliminar esse risco.

12 - Ter relação sexual sem camisinha com alguém infectado significa 100% de chance de contrair o vírus
Mito
- A relação sexual sem camisinha com alguém infectado oferece 0,3% de risco de contrair o vírus, como disse o médico. "Se tem uma segunda relação, sobre para 0,6%; uma terceira, para 0,9%, e assim por diante. Em casos de estupro, a pessoa fica sensibilizada e a chance é maior."

13- O grupo de risco não abrange adolescentes e mulheres com mais de 50 anos
Mito
- Qualquer pessoa pode ter a doença, desde que tenha comportamentos de risco, como relação sexual (homo ou heterossexual) com pessoa infectada e sem o uso de preservativos; compartilhamento de seringas e agulhas; transfusão de sangue contaminado pelo HIV; reutilização de objetos perfuro-cortantes com presença de sangue ou fluidos com o vírus.

No começo da epidemia, pelo fato de a Aids atingir principalmente os homens homossexuais, os usuários de drogas injetáveis e os hemofílicos, eles eram considerados grupos de risco. Atualmente, fala-se em comportamento de risco, já que o vírus passou a se espalhar de forma geral, sem se concentrar em grupos específicos.

14- O portador de HIV tem de separar todos seus pertences pessoais dos de seus familiares
Mito
- O vírus da Aids pode ser transmitido pelo sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno. Dessa forma, a convivência deve ser normal, sem que haja a necessidade de separar os pertences, mas não compartilhe objetos perfuro-cortantes.

15 - O portador do HIV não está apto para o mercado de trabalho
Mito
- Os soropositivos podem viver normalmente, mantendo as mesmas atividades físicas, profissionais e sociais de antes do diagnóstico. O Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, informou que têm o direito de manter em sigilo a sua condição sorológica no ambiente de trabalho, como também em exames admissionais, periódicos ou demissionais.

Se o fato de ter HIV for motivo de demissão, o portador pode buscar na Justiça seus direitos por ser vítima de discriminação, desde que apresente provas. Pode ainda propor ação trabalhista, com pedido de liminar, para ser imediatamente reconduzido ao cargo, com o pagamento de todos os salários referentes ao período de seu afastamento (corrigidos monetariamente); e o pedido de ressarcimento moral e anulação em definitivo do ato rescisório do contrato de trabalho.

Caso a demissão esteja relacionada a outros motivos, como faltas seguidas injustificadas e cargo extinto, não há nenhum meio de proteção, assim como para qualquer trabalhador.



Escrito por Cliver Campos às 13:06
[   ] [ ]




What’s happening – Twitter mudou sua pergunta principal

 O Twitter mudou o texto que aparece em cima da caixa de twittadas,  para refletir melhor  o que o serviço se tornou. A pergunta era “o que você está fazendo?” e agora ela é “o que está acontecendo?” (“what’s happening”, em inglês).

O co-fundador Biz Stone disse no blog da empresa, “isto não mudará como os usuários usam a rede social, mas talvez será mais fácil de explicar ao seu pai o que é o Twitter”.



Escrito por Cliver Campos às 14:24
[   ] [ ]




Amigos do Samba festejam o Dia do Samba

Pra comemorar o Dia Nacional do Samba, o Movimento Cultural Amigos do Samba reune dia 2 de dezembro, quarta-feira, sambistas, carnavalescos e apreciadores do ritmo, em evento realizado no espaço cultural Carinhoso, a partir das 18h.

Encabeçado pela maior referência do samba amapaense, o Menestrel Francisco Lino, os Amigos do Samba foi criado em 2008, quando um grupo de amigos, entre eles, Paulo Rodrigues, Aldo Moreira, Durval Melo, Tayson Tiaçú, Eri Milhomem, Manoel Torres, Jorginho do Cavaco e outros, selaram o compromisso de não deixar o samba morrer. Para isso, durante todo o ano de 2009, o grupo se reuniu na casa de um dos integrantes do movimento pra ouvir samba, tocar samba e construir mecanismos para que o samba, principalmenter o samba de raiz, garantisse seu espaço nos palcos amapaense. Tudo isso regado a feijoada, churrasco e gelada, sempre.

Um dos primeiros projetos apoiados pelos Amigos do Samba foi junto com o sambista Jorginho do Cavaco, que no final de 2008, reuniu a nata do samba no Sesc Araxá e cantou João Nogueira. Como convidado especial, subiu ao palco Francisco Lino, Meio Dia da Imperatriz e a bateria da escola de samba Império do Povo.

Outro projeto que teve a parceria dos Amigos do Samba foi com o cantor Tayson Tiaçú, que lotou a casa de shows Carinhoso e cantou os maiores sambas de Roberto Ribeiro. Quem dividiu o palco com Tayson foi Francisco Lino, que levantou o público presente, numa demonstração de respeito e admiração pelo maior sambista amapaense.

Para o primeiro semestre de 2010, os Amigos do Samba estão viabilizando o projeto da cantora Claudete Moreira, que está selecionando um repertório onde vai cantar as Mulheres do Samba, entre elas Clara Nunes, Bete Carvalho e Lecy Brandão. 

Com esse propósito de valorizar os sambistas da terra, os Amigos do Samba montaram programação para o dia 2 de dezembro focada na nossa gente. "Seria interessante trazer uma atração nacional, mas nós entendemos que em primeiro lugar temos que apoiar os nossos cantores, valorizar a nossa gente, se temos que fazer algum investimento, que seja nos sambistas daqui", falou Paulo Rodrigues, da coordenação do evento, adiantando que o sambista paraense Carlinho Sabiá, amigo particular de Francisco Lino, se ofereceu gratuitamente para participar do evento e estará dividindo o palco com o velho amigo, cantando sambas que marcaram época.

A noite será embalada pelos grupos de samba e pagode Amigos do Samba, Grupo Atitude, Jorginho do Cavaco, Tayson Tiaçú, Meio Dia, Lolito do Bandolim, Sebastião Mont'alverne, Sobral, Tavares e Maria dos Anjos.  

Para fazer parte dessa grande rodada de samba, foi disponibilizado 300 camisetas personalizadas, que estão sendo vendidas a R$ 20,00 com direito a feijoada, churrasco, cerveja em garrafa e caldo de feijão, a vontade.

Para adquirir a camiseta/convite ligar para 9119 3195 / 8135 0064 (Eri) ou 8115 9503 (Irene).

Informações:8127 3883 (Tica Lemos )



Escrito por Cliver Campos às 13:28
[   ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, AMAPA, MACAPA, SANTA INES, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Esportes, Arte e cultura, MSN, Orkut, Blogues
MSN -
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  Alcinéa Cavalcante
  PortalnaBalada.com(Coluna Curiosidades)
  Alcilene Cavalcante
  Márcia Correa
  Paulo Tarso
  Corrêa Neto
  Rostan Martins
  Renivaldo Costa
  Governo do Estado do Amapá
  Receita Federal
  Tribunal Regional Eleitoral do Amapá
  Rádio Transamérica
  Rádio Jovem Pan FM
  Universidade Federal do Amapá
  Diário do Amapá
  Folha de São Paulo
  Jornal A Gazeta
  Deputado Camilo Capiberibe
  Notícias Daqui
  Profesor Arroyo
  Rádio Educadora (Rodrigo Cunha)
  Cursos e Concursos
  Caneta sem Fronteira
  Ricardo Noblat
  Ramilton Farias
  O Jornaleiro
  José Marques Jardim
  Coisa da Tica
  Neyzinho Pantaleão
  O Carnavalesco
  Humberto Moreira
  Blog da Turma de Letras 2007 da Unifap
  Visual Star
  Futebol Amapaense
  Estação do Samba
  Programa Café com Noticia
  Pavulagem da Rô
  Vânia Beatriz
  Cotidiando de Uma Grande Familia
  Alipio Junior
  Na Avenida do Samba
  Osvaldo CAMARADA Simões
  Liga Independente dos Blocos do Amapá
  Bloco Pica-Pau Boleiro
  Cinthya Almeida
  Kiara Guedes
  Anatomia
  SMS2Blog
Votação
  Dê uma nota para meu blog